MONITORAMENTO ESPAÇO-TEMPORAL DA CONCENTRAÇÃO DE SARS-COV-2 NOS ESGOTOS SANITÁRIOS DA RMRJ

19/04 – Evolução espaço-temporal da concentração de SARS-CoV-2 na RMRJ

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Comentários
Após a nítida elevação da média móvel de 14 dias observada no período compreendido entre as Semanas Epidemiológicas 7 e 13 (semanas 17 e 23 do Estudo), renova-se a expectativa quanto ao arrefecimento da concentração viral quando analisados os resultados do período compreendido entre as Semanas Epidemiológicas 14 e 16 (semanas 24 e 26 do Estudo). Excetuando o ponto de monitoramento EE Leblon, os resultados da Semana Epidemiológica 16 são equivalentes aos da semana anterior (Semana Epidemiológica 25 do Estudo). Estes podem indicar uma estabilidade da concentração viral para a maioria dos pontos de monitoramento ou mesmo uma tendência inicial de arrefecimento da presença do SARS-CoV-2 nos esgotos sanitários.

Da mesma forma, considerando a evolução dos registros epidemiológicos, o gráfico demonstra a aplicabilidade da ferramenta WBE Epidemiologia Baseada nos Esgotos como instrumento de monitoramento e acompanhamento da evolução espaço-temporal da Covid-19.

Obs.: Para mais informações e dados tabulados, consultar os relatórios mensais de acompanhamento do projeto.


MONITORAMENTO ESPAÇO-TEMPORAL DA CONCENTRAÇÃO DE SARS-COV-2 NOS ESGOTOS SANITÁRIOS DA RMRJ

Quadros Síntese